Ads 468x60px

domingo, 12 de fevereiro de 2012

Resenha: Uma criança tratada como "coisa" - Dave Pelzer

Olá, gente. Então, resolvi fazer uma breve introdução para começar essa resenha, pelo motivo de este livro ter sido muito importante pra mim. Primeiro porque foi um dos primeiros livros que eu li por livre e espontânea vontade, e li com um prazer enorme, e isso no alto dos meus dez anos! E como sempre fui um pouco madura, cheguei a me emocionar com o livro. Resolvi reler esta obra, e em menos de um dia terminei, e me emocionei outra vez. O segundo motivo vocês vão descobrir lendo... Enfim, vamos a resenha...


Autor: Dave Pelzer
Editora: Manole
Páginas: 165
Ano: 1999 (ano de publicação no Brasil)
Sinopse: Uma Criança Tratada Como "Coisa" é um relato inesquecível de um dos casos mais cruéis de abuso contra a criança na Califórnia. Esta é a história de Dave Pelzer, que foi espancado brutalmente e submetido à fome por sua mãe emocionalmente instável e alcoólatra. Uma mãe que brincava de torturar e praticar jogos imprevisíveis - jogos que quase o mataram. Ele teve que aprender a conviver com esses jogos para sobreviver, porque sua mãe não o considerava um filho, mas uma "coisa".
 A cama de Dave era um velho catre de exército no porão e suas roupas eram rasgadas e sujas. Quando sua mãe permitia-lhe o luxo de comer, era nada mais que sobras estragadas que até um cão recusaria comer.
 O resto do mundo não sabia sobre seu pesadelo. Ele não tinha nada nem ninguem a quem recorrer, mas seu sonho se mantinha vivo - sonho de ter alguem para cuidar dele, para amá-lo e chamá-lo de filho.
 Em cada conflito você se encontrará sofrendo com ele, confortando sua solidão e torcendo para que ele sobreviva. Esta história constrangedora irá despertá-lo para a verdade sobre o abuso contra a criança - e a capacidade que todos temos de fazer diferença.

  Emocionante. Não há palavra que descreva melhor esse livro. O título não é muito convidativo, mas o livro é simplesmente maravilhoso.
   Este livro, que é o primeiro de uma trilogia, é baseado na história de Dave entre 4 e 12 anos.
Já no início do livro, podemos ver o sofrimento de Dave, e mais que isso, podemos sentir com ele todas as emoções e dores pelas quais ele passa. Ele é maltratado pela mãe, que o deixa confinado, sem alimentação adequada, sem nenhum diversão, e tendo muitos trabalhos para fazer.
   Mesmo com tanta exploração, Dave, nunca demostrara ódio por sua mãe, é claro que as vezes sentia raiva, mas nada que não passasse depois, isso é provado quando na maioria das vezes que ele se refere a ela, a chama de "mamãe". E tambem nunca deixou de relatar sobre seus irmãos. O livro tambem nos mostra o quanto devemos valorizar aqueles que nos amam. Tenho certeza que tudo o que Dave mais queria era uma família de verdade que pudesse amá-lo e respeitá-lo do jeito que ele merecia, ele era um ótimo menino.
   Apesar dos irmãos, o protagonista, enfrentava todos os sofrimentos sozinho. Não dava para compartilhar com ninguem, não tinha a quem procurar para fazer isso, então ele tinha que ser forte para ele mesmo, para quem sabe um dia mudar de vida. O que mais me chamou atenção, foi que Dave mesmo sem saber como seria o dia de amanhã não desistiu, não se deixou levar pela dor, sofrimento ou humilhação que lhe era proposto pela mãe.
   No final do livro, Dave até deixou de crer em Deus achando que as coisas não iriam melhorar, a pessoa que ele mais odiava no mundo era a mãe, e alguns conceitos tinham mudado em sua vida.

Mas aí, só lendo para saber.
Espero que vocês gostem e se emocionem assim como eu.

Nathi

9 comentários:

Isabely Rodrigues disse...

Olá estou te convidando para visitar o meu blog, tenho certeza que irá gostar, beijos.
http://fasesdegarota.blogspot.com/

Nathalia Colodete disse...

Vou dar uma olhada. Beijos

Isabely Rodrigues disse...

Lindinha já estou sehuindo vê se volta lá no blog, beijos.
http://fasesdegarota.blogspot.com/

Sabrina disse...

Tá rolando um sorteio no blog de um colar de coruja e um button, que trouce especialmente da Argentina para sortear no blog! Clique aqui para participar!

Beijos,
Blog | Twitter | FanPage

Nathalia Colodete disse...

Isabely, obrigada. Beijos | Obrigada por chamar, Sabrina. Beijos

Cyntia Barcelos disse...

Realmente, esse livro é IMPACTANTE!!
Não tem como não se emocionar!!

Cyntia Barcelos disse...

Realmente, esse livro é IMPACTANTE!!
Não tem como não se emocionar!!

Isaura Cristina Da Silva disse...

Ola me tira uma duvida este e o mesmo livro "uma criança no inferno" só q com outro titulo? E q eu o li a alguns anos e estou tentando achar a continuação + não consegui

Isaura Cristina Da Silva disse...

Ola me tira uma duvida este e o mesmo livro "uma criança no inferno" só q com outro titulo? E q eu o li a alguns anos e estou tentando achar a continuação + não consegui

Postar um comentário